Instagram Pineda & Krahn Youtube Pineda & Krahn
Menu
Pineda & Krahn Advogados

ARTIGOS

ESG- O MEIO AMBIENTE SE LIMITA ÀS MUDANÇAS CLIMÁTICAS?

A palavra do momento no mundo corporativo ESG, mas efetivamente o que isso significa? O ano de 2020 veio para realizar uma triagem no que se relaciona a medidas efetivas para a gestão de riscos, a pandemia do COVID-19 mostrou que o incerto existe e traz consequências devastadoras. Com isso, o mercado financeiro ficou atento ao desempenho das empresas e utilizou critérios para identificar quais são os investimentos mais seguros e criar novas oportunidades de negócios.

A sigla em si trata das áreas do meio ambiente, social e governança, que devem trabalhar de forma equilibrada para produzir um resultado sustentável.

No âmbito ambiental o que tem chamado muita atenção são as mudanças climáticas. O tema é tratado de forma ampla como o maior problema ambiental no âmbito global. Mas é preciso ter em mente que o ESG não é só isso.

O controle na emissão dos gases do efeito estufa foi o primeiro fenômeno ambiental que refletiu em todo o mundo. Desde 1997, com o protocolo de Quito, estão sendo discutidos e desenvolvidos mecanismos para a precificação e comercialização dos créditos de carbono, com a finalidade de neutralizar as emissões e consequentemente reduzir o aquecimento global.

Porém, o desenvolvimento sustentável é mais do que isso, o olhar ambiental precisa ser aplicado para todas as variáveis naturais que têm relação com os processos produtivos.

Após a edição da lei 14.119/21, a tendência é que a precificação dos serviços ecossistêmicos seja aprofundada e os critérios a respeito de água, biodiversidade, resíduos, poluição, produção de energia sejam aperfeiçoados.
Diante disso, cabe uma avaliação criteriosa para ser dimensionado e identificado os impactos negativos e positivos das atividades econômicas no meio ambiente. O ESG está ligado à sustentabilidade, avaliando esses critérios relacionados à responsabilidade ambiental em toda a cadeia de processamento da instituição.

A companhia que adota projetos de indústria que fazem reaproveitamento de água no processo, que investe pesado na logística reversa para minimizar o custo das embalagens, que adota energias renováveis, busca alternativas para redução de impacto dos produtos, e investe em outros sistemas de preservação, compreende que estas medidas impactam de maneira positiva a imagem que a empresa possui.

A legislação brasileira por si só contribui bastante para essa adequação, existem inúmeros mecanismos ambientais que são avaliados pelos órgãos reguladores. Por exemplo a emissão de uma licença ambiental de operação exige uma análise da empresa como um todo, serão apresentados elementos que dizem respeitos a todos os impactos ambientais do empreendimento para a validação da atividade.

A ideia é explorar de que forma o mínimo legal exigido pode ser ampliado para que se encaixe efetivamente em uma gestão sustentável.

Portanto, tornando as questões ambientais mais importantes para as empresas, e influenciando na maneira com que a corporação é vista aos olhos de investidores e dos consumidores finais.

Tal fato é passível de comprovação por meio de informações divulgadas pelo The New York Times, em agosto de 2020, demonstrando que os fundos ESG cresceram mais que fundos tradicionais na bolsa de Nova York, mesmo durante a pandemia. Ainda, de acordo com pesquisa da RBC Capital Markets, no geral 64% dos fundos ESG ativamente administrados superaram seus benchmarks, contra 49% dos fundos tradicionais na primeira semana de agosto.

Portanto, a preocupação com os aspectos ambientais da ESG não é somente relacionada às mudanças climáticas, mas sim às medidas adotadas que interferem em todo o meio ambiente, abrangendo todos os aspectos ambientais.

Luiza Furiatti e Francielle Santos
Luiza de Araujo Furiatti OAB/PR 45.697
Voltar

CONTATO

Nome
Telefone
E-mail
Mensagem

NEWSLETTER

Para receber notícias e novidades, inscreva-se na nossa newsletter

Em respeito à Lei nº 13.709/2018, Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD), informamos que o escritório Pineda & Krahn Advogados trata seus dados pessoais aqui coletados, apenas com finalidade de cadastro para envio de newsletter. A qualquer momento, você pode nos solicitar seu descadastramento pelo e-mail contato@pinedaekrahn.com.br.

Estou ciente
Nome
E-mail
Agência de publicidade e propaganda em Curitiba | Agência Eureka!